Saiba mais sobre o Diabetes

Então genteee, ,

Como todos já sabem, este blog é de uso pessoal e não está voltado exclusivamente ao mundo Plus Size e sim a tudo aquilo que diz respeito a minha vida profissional e pessoal, então, como profissional da área da saúde, usarei este espaço também para disseminar informações sobre saúde.Informações estas que pouco são tratadas nos blogs que costumo visitar, mas que para mim se fazem bastante relevantes devido ao momento em que estamos vivendo.
Falemos então sobre Diabetes...

Primeiramente gostaria de disponibilizar o site da Sociedade Brasileira de Diabetes para que os interessados pelo assunto possam pesquisar com maior profundidade sobre esta doença tão séria que mata milhares de pessoa em todo o mundo.
www.diabetes.org.br

Agora, vamos direto ao assunto:

Você sabia que existem vários tipos de diabetes? Diabetes tipo 1, Diabetes tipo 2, Diabetes gestacional e até Pré-diabetes? ( estes são os mais conhecidos, no entanto, existem diversos outros tipos, embora raros, da doença)

O Diabetes tipo 1 - É mais comum em pessoas com menos de 35 anos e se apresenta através dos seguintes sintomas:
Pessoas com níveis altos ou mal controlados de glicose no sangue podem apresentar:
• Vontade de urinar diversas vezes;
• Fome freqüente;
• Sede constante;
• Perda de peso;
• Fraqueza;
• Fadiga;
• Nervosismo;
• Mudanças de humor;
• Náusea;
• Vômito
A DM1 surge quando o organismo deixa de produzir insulina (ou produz apenas uma quantidade muito pequena.) Quando isso acontece, é preciso tomar insulina para viver e se manter saudável. As pessoas precisam de injeções diárias de insulina para regularizar o metabolismo do açúcar. Pois, sem insulina, a glicose não consegue chegar até às células, que precisam dela para queimar e transformá-la em energia. As altas taxas de glicose acumulada no sangue, com o passar do tempo, podem afetar os olhos, rins, nervos ou coração.

O Diabetes tipo 2 - Sabe-se que o diabetes do tipo 2 possui um fator hereditário maior do que no tipo 1. Além disso, há uma grande relação com a obesidade e o sedentarismo. Estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos. A incidência é maior após os 40 anos.
Uma de suas peculiaridades é a contínua produção de insulina pelo pâncreas. O problema está na incapacidade de absorção das células musculares e adiposas. Por muitas razões, suas células não conseguem metabolizar a glicose suficiente da corrente sangüínea. Esta é uma anomalia chamada de "resistência Insulínica".
O diabetes tipo 2 é cerca de 8 a 10 vezes mais comum que o tipo 1 e pode responder ao tratamento com dieta e exercício físico. Outras vezes vai necessitar de medicamentos orais e, por fim, a combinação destes com a insulina.

Principais Sintomas:
Infecções freqüentes;
Alteração visual (visão embaçada);
Dificuldade na cicatrização de feridas;
Formigamento nos pés;
Furunculose.

Diabetes Gestacional- Na gravidez, duas situações envolvendo o diabetes podem acontecer: a mulher que já tinha diabetes e engravida (leia mais a respeito) e o diabetes gestacional. O diabetes gestacional é a alteração das taxas de açúcar no sangue que aparece ou é detectada pela primeira vez na gravidez. Pode persistir ou desaparecer depois do parto.

Se você já apresentou algum dos sintomas descritos acima, sugiro que procure uma unidade de saúde pública ou particular para fazer os exames necessários e iniciar o seu tratamento.

O fato de eu ser Modelo Plus Size e atual Miss Simpatia Plus Size Carioca, faz com que aumente a responsabilidade sobre o cuidado com minha saúde e também com a saúde daqueles(a) que me admiram e acompanham o meu trabalho. O fato de estar acima do peso não significa dizer que não cuido de minha saúde, muito pelo contrário, justamente por isso estou socializando estas informações para incentivar você, caro amigo e cara amiga, a também procurar ajuda médica sempre que necessário. Saúde é coisa séria!
Bjs

Comentários

Postagens mais visitadas